sábado, 31 de janeiro de 2015

"A NAÇÃO LAKOTA" - Lakȟota Oyáte Kiŋ

“A NAÇÃO LAKOTA”

Lakȟota Oyáte Kiŋ

Símbolo Abundância - Sioux1

HISTÓRIA

O Povo Dacota, Dakota ou Lakota, também conhecido como Teton, Titunwan ("moradores da pradaria") e Teton Sioux ("serpente ou inimigo") são um povo indígena das Grandes Planícies da América do Norte.

Eles fazem parte de uma confederação de Sete Tribos Sioux (a Grande Nação Sioux ou os Sete Fogos do Conselho) e falam o idioma dacota, um dos três principais dialetos da língua Sioux.

Nação Sioux12
Nação Sioux

A Civilização Sioux (também chamados de Dakota ou Lakota) é bastante diversificada, e ainda se subdivide em outros três grandes grupos: os Tétons, Yanktons e Santees.

Tribos Sioux1

Dentro de cada uma dessas divisões temos a presença de uma infinidade de tribos.

A origem do termo Sioux tem a ver com a expressão serpente por serem ótimos na guerra.

Tribo Sioux2

Em geral, as tribos pertencentes à civilização Sioux se encontravam na atual região nordeste dos Estados Unidos.

No início de 1800, havia mais de 170 tribos e centenas de milhares de pessoas que vivem nas planícies, nas montanhas, e nas costas oeste do país.

Atualmente, os remanescentes dos Sioux se reduzem a pequenas populações que vivem nos estados de Dakota do Norte e Dakota do Sul, local marcado pelas pradarias e os rios da bacia do Missouri e do Mississipi.

Os chefes Sioux eram muito respeitosos, principalmente com mulheres e crianças.

Diferentemente do que alguns possam imaginar, eles eram calmos, amorosos e pacientes.

Para ser um chefe Sioux, era preciso ter no mínimo 50 anos de idade.

Eles sabiam que as pessoas mais vividas são naturalmente mais experientes e sábias.

O verdadeiro chefe era dotado de grande compaixão e fidelidade ao grupo, muitas vezes em sacrifício da própria individualidade.

"Tudo está ligado, como o sangue que une uma família.

Todas as coisas estão ligadas.

O que acontece a Terra recai sobre os filhos da Terra.

Não foi o homem que teceu a trama da vida.

Ele é só um fio dentro dela.

Tudo o que fizer à teia, estará fazendo a si mesmo."

Mas, de toda a rica história dos índios Sioux, o mais fascinante é a filosofia de vida que levam os integrantes da tribo.

Dotada de um sábio conhecimento, eles usam exemplos simples, extremamente valiosos e fundamentais que nos fazem ampliar a observação de aspectos que designam excesso ou falta em nossa vida.

É belo o que provém de uma necessidade interior da alma.

É belo o que é belo interiormente (Gabriela Campagnucci).

Guerreiro Sioux3

AS 20 LEIS DOS SIOUX:


1. Levante com o Sol para orar.
Ore sozinho.
Ore com frequência.
O Grande Espírito o escutará você, ao menos, falar.

2. Seja tolerante com aqueles que estão perdidos no caminho.
A ignorância, o convencimento, a raiva, o ciúme e avareza, originam-se de uma alma perdida.
Ore para que eles encontrem o caminho do Grande Espírito.

3. Procure conhecer-se, por si próprio.
Não permita que outros façam seu caminho por você.
É sua estrada, e somente sua.
Outros podem andar ao seu lado, mas ninguém pode andar por você.

4. Trate os convidados em seu lar com muita consideração.
Sirva-os o melhor alimento, a melhor cama e trate-os com respeito e honra.

5. Não tome o que não é seu.
Seja de uma pessoa, da comunidade, da natureza, ou da cultura.
Se não foi ganhado nem foi dado, não é seu.

6. Respeite todas as coisas que foram colocadas sobre a Terra.
Sejam elas pessoas, plantas ou animais.

7. Respeite os pensamentos, desejos e palavras das pessoas.
Nunca interrompa os outros nem ridicularize, nem rudemente os imite.
Permita a cada pessoa o direito da expressão pessoal.

8. Nunca fale dos outros de uma maneira má.
A energia negativa que você colocar para fora no universo, voltará multiplicada a você.

9. Todas as pessoas cometem erros.
E todos os erros podem ser perdoados.

10. Pensamentos maus causam doenças da mente, do corpo e do espírito.
Pratique o otimismo.

11. A natureza não é para nós, ela é uma parte de nós.
Toda a natureza faz parte da nossa família Terrena.

12. As crianças são as sementes do nosso futuro.
Plante amor nos seus corações e águe com sabedoria e lições da vida.
Quando forem crescidos, dê-lhes espaço para que cresçam.

13. Evite machucar os corações das pessoas.
O veneno da dor causada a outros, retornará a você.

14. Seja sincero e verdadeiro em todas as situações.
A honestidade é o grande teste para a nossa herança do universo.

15. Mantenha-se equilibrado.
Seu Mental, seu Espiritual, seu Emocional, e seu Físico, todos necessitam ser fortes, puros e saudáveis.
Trabalhe o seu Físico para fortalecer o seu Mental.
Enriqueça o seu Espiritual para curar o seu Emocional.

16. Tome decisões conscientes de como você será e como reagirá.
Seja responsável por suas próprias ações.

17. Respeite a privacidade e o espaço pessoal dos outros.
Não toque as propriedades pessoais de outras pessoas, especialmente objetos religiosos e sagrados.
Isto é proibido.

18. Comece sendo verdadeiro consigo mesmo.
Se você não puder nutrir e ajudar a si mesmo, você não poderá nutrir e ajudar os outros.

19. Respeite outras crenças religiosas.
Não force suas crenças sobre os outros.

20. Compartilhe sua boa fortuna com os outros.
Participe com caridade.

SIOUX - PROVÉRBIO1

MITAKUE OYASSIN - ESTAMOS TODOS RELACIONADOS 


Em 1870, durante uma nevasca, em pleno dia, 100.000 Búfalos, caminharam em fila até desapareceram de um penhasco de 1.000 metros de altura sob os olhares incrédulos de uns poucos caçadores.

Seus corpos cobriram o fundo do desfiladeiro formando uma mórbida pilha de 300 metros de altura.

O que mais impressionava é que este fato ocorreu no momento em que todos os Búfalos do território americano estavam sendo exterminados como parte de uma política de estado que objetivava empurrar as tribos indígenas cada vez mais para o oeste matando os Búfalos, que durante milênios foram sua principal fonte de alimento.

Em função dessa nefasta política de estado, os índios americanos foram dominados e confinados em reservas, o oeste foi finalmente conquistado e ocupado.

E os Búfalos, que na chegada do homem branco ao continente americano eram cerca de 60 milhões de animais, em 1912 estavam reduzidos a 800 animais em todo o território americano.

Búfalo Sagrado,
Branco como a neve,
Proteja meu coração
Até o fim dos meus dias
Na Boa Estrada Vermelha

Tȟatȟaŋka Íyotake / Lakȟota Oyáte Kiŋ
A Nação Lakota


Wakȟáŋ Tȟáŋka kiŋ lé yuhá očháŋgleška uŋkitȟawapi kiŋ okáwiŋȟ héktakiya phiyá oyáte s'e uŋglínažiŋpe ló.
H
ó héčhetu weló! Lakȟóta Oyáte.
Com o Grande Mistério, retornamos com força total para onde, uma vez mais, nos levantamos como Nação.
Que seja assim! O Povo Lakota.

"Quando tiverem Matado o último animal; Pescado o último peixe; Cortado a última árvore; O homem tardiamente verá; Que dinheiro não se come”.

Sitting Bull - Touro Sentado - Chefe Tȟatȟáŋka Íyotak- SiouxChefe Sitting Bull2






















Tȟatȟáŋka Íyotake, Lakȟota Húŋkpaphaya Wičháša Itȟáŋčhaŋ
Chefe da Tribo Lakota denominada "Cabeça do Círculo Campal")

Lakota - Oglala - Sioux - Bandeira1

Lakȟóta Oyáte Wápaha - Bandeira do País Lakota

Hiyóya ihákab ečhetkiya šá aȟwáyela naWakȟáŋ Tȟáŋka wóičhaǧe wakȟáŋ po. Siga pela Estrada Vermelha da paz e harmonia da Fonte Central de Energia para evolução espiritual.

MUSEU MEMORIAL LAKOTA1

Akta Lakota Museum (Museu Memorial Lakota)

Ksápa wičháša itȟáŋčhaŋ kiŋ Tȟatȟáŋka Íyotake, Lakȟóta Oyáte wakȟáŋ até kiŋ - O Sábio Chefe Tȟatȟáŋka Íyotake, o iluminado Pai da Nação Lakota

Chefe Sioux - Sitting Bull -Touro Sentado1

"Man belongs to the Earth, but Earth does not belong to man.
O homem pertence à Terra, mas a Terra não pertence ao homem.

       Chefe Tȟatȟáŋka Íyotake


“Quando eu era criança, os Sioux tinham o mundo.

O Sol surgia e se punha em suas terras; eles mandavam cerca de dez mil homens para as batalhas!

Onde estão os guerreiros agora? Quem os matou? Onde estão nossas terras? Quem as tem agora?

Que homem branco pode dizer que eu roubei sua terra ou um centavo dele?

Mesmo assim eles dizem que sou um mau Chefe!

Que mulher branca, embora tivesse só, pode dizer que foi capturada ou insultada por mim?

Mesmo assim, dizem que sou um mau indígena!

Que homem branco, já, por acaso, me viu bêbado alguma vez?

Quem, por acaso, alguma vez, veio a mim estando muito nervoso e me deixou sem controle?

Quem, por caso, alguma vez sequer, me viu maltratar uma de minhas esposas ou filhos?

Que lei eu desrespeitei? Que erro eu cometi por amar aos outros e à mim mesmo?

Devo ser julgado malvado ou selvagem porque minha Pele é Vermelha?
Porque sou Sioux?

Porque eu nasci exatamente onde meu pai viveu?

Porque eu daria a minha vida pelo meu Povo e pela Minha Nação Vermelha?”

Thathánka Íyotake, O Búfalo Sentado.
Sábio Chefe Lakota-Sioux e Xamã, Pai da Nação Vermelha.
Homem astucioso, sutil, educado e de um coração tomado pelo amor universal.

"O maior genocídio na história humana, não ocorreu na Alemanha nazista, mas em solo Americano.

Cem milhões de Americanos nativos foram "Esfolados" e perderam a sua pátria".

"Espiritualidade é o sopro de vida que lhe mantém vivo, mesmo morto.

  Religiosidade é o sopro de morte que lhe mantém morto, mesmo  vivo."  (Thunna).

TRIBOS INDÍGENAS NATIVAS AMERICANAS2

Mapa Nação Lakota3

Tribos Indígenas Nativas Americanas na época em que os Estados Unidos e Canadá formavam um só território chamado pelos Índios de Khéya Wíta (Ilha da Tartaruga)

O PAÍS LAKOTA É A NAÇÃO BÚFALO1

Lakȟóta Makȟóčhe Tȟatȟáŋka Oyáte - O País Lakota é a Nação Búfalo

BÚFALO SAGRADO1


“A VERDADE SOBRE O ESCALPO”


CHEFE SIOUX JOSEPH1

"Os indígenas da América do norte e México, “NUNCA” praticaram o escalpo ou mataram velhos, mulheres e crianças.

Eles achavam que o homem nunca poderia descer tão baixo."

"Quem o fazia, eram os brancos, o povo e o exército americano para jogar a culpa nos índios e poderem cometer "licitamente" o horrível e hediondo holocausto contra os índios por grande interesse nas terras deles.

E assim foi feito!

CHIEF SITTING BULL E GEN KUSTER1
THATANKA ÍYOTAKE - SITTING BULL4
Tȟatȟánka Íyotake, Lakȟóta Húŋkpapȟa Wičhášitȟaŋčhaŋ
Tȟatȟáŋka Íyotake, chefe da Tribo Lakota Húŋkpapȟa.

"Quando tiverem Matado o último animal, Pescado o último peixe, Cortado a última árvore, O homem, tardiamente, verá, Que dinheiro não se come”.

Tȟatȟáŋka Íyotake. 


“Ser guerreiro não é o que você pensa que seja.

O guerreiro não é alguém que mata, porque ninguém tem o direito de tirar a vida de alguém.

Guerreiro para nós, é aquele que se sacrifica pelo bem dos outros.

Sua tarefa é olhar pelos mais velhos, os indefesos, aqueles que não podem trabalhar, e acima de tudo, as crianças, que são o futuro da Humanidade”.

Tȟatȟáŋka Íyotake, Sitting Bull (1831-1890). Chefe Lakota Húŋkpapȟa

O SAGRADO WANKA TANKA1

Wakȟáŋ Tȟáŋka líla wakȟáŋ na líla waš'ake - O Grande Mistério é sacratíssimo e Todo Poderoso.

O XAMÃ1

 O termo "Xamã", é oriundo da língua Evenca falada por uma pequena comunidade de caçadores e também por uma outra pequena comunidade de pastores de renas na Sibéria que falava o Tungu.

Era um termo usado apenas para designar as tradições espirituais da Sibéria e Mongólia - Berço do Xamanismo.

Depois passou a ser utilizada para designar um Líder Espiritual, um conhecedor das plantas, da mata, da floresta, um respeitador da natureza, da Mãe-Terra, uma pessoa que tivesse grande intuição, que pudesse "Enxergar" além do corpo físico.

Tȟatȟáŋka Íyotake foi um dos mais Sábios Xamãs que este mundo conheceu. Foi considerado o Santo Guardião do Povo Lakota.


Wakȟáŋ Tȟáŋka kiŋ lé yuhá očŋgleška uŋkitȟawapi kiŋ okáwiŋȟ héktakiya phiyá oyáte s'e uŋglínažiŋpe ló.
H
ó héčhetu weló.
Lak
ȟóta Oyáte.
Com o Grande Mistério, retornamos com força total para onde, uma vez mais, nos levantamos como Nação.
Que seja assim.
O Povo Lakota

Tȟatȟáŋka Íyotake - Sitting Bull = Búfalo Sentado
Tradução do nome: Sitting Bull é Búfalo Sentado.

ETIMOLOGIA:

Etáŋhaŋ Lakȟótiyapi - (Língua Lakota):

The + Tȟáŋka = O prefixo tȟa em Lakota, significa ruminante, que pertence ao ruminante.

É utilizado como prefixo a vários nomes de animais e também juntamente com nomes de todas as partes do corpo de qualquer animal ruminante, animal de grande porte.

Tȟáŋka - grande, ser grande em qualquer parte, posição ou direção,
Adulto, ser adulto, maduro na idade, macho adulto.

Tȟáŋka pahá=grande colina;
Tȟáŋka thípi=grande casa.
Assim
, Tȟa+tȟáŋka = ruminante adulto, animal grande, de grande porte, animal adulto macho = Búfalo.

do Inglês:


Bull = touro, macho de qualquer ruminante, animal de grande porte, animal adulto de grande porte como elefante, búfalo, baleia, etc.

Sitting = Adjetivo significando que senta, ato de sentar-se, sentado;
Como o búfalo era único animal de grande porte nas planícies norte-americanas antes da chegada dos colonos, ele sempre foi considerado o animal sagrado, o animal que servia aos índios e que os alimentava.

Portanto, não havia o touro ou a vaca naquelas regiões até então.

Búfalo Sentado, quando Bull conforme supra citado, é o macho de qualquer animal de grande porte.

O feminino de T
ȟatȟáŋka = búfalo macho - (Buffalo bull) - em Lakota é pté - (Buffalo cow).

Íyotake é o particípio passado adjetivo do verbo íyotaka = sentar, sentar-se, que também quer significar na direção de, que vai e realiza, o que faz o que o verbo especifica.

Significa, pois, que a ação do verbo acontecerá num exato lugar ou direção específica.



O sobrenome Sentado/Sitting/Íyotake foi-lhe dado ainda menino porque ele possuía a habilidade de "Conversar" com os animais.

Era um espírito muito evoluído, um grande ser humano, e quando pediu gentilmente a um búfalo que se sentasse, ele se sentou.

                 Prof. Thunna – (Professor de Idiomas)

Lakȟóta Oyáte = O Povo Lakota

A relação Atlantis - Povo Lakota (Índios Norte Americanos), é de uma verossimilhança marcante, porque esse povo indígena, altamente espiritualizado, teve uma vida em Atlantis além de Lemúria, e aqui voltou nesta vida, para, mais uma vez, passar ensinamentos espirituais.

Deixou-nos legados preciosíssimos da sabedoria do simples; um grande exemplo de vida digna no Caminho Vermelho de Wakȟáŋ Tȟáŋka (O Grande Mistério) -  Tȟatȟáŋka Íyotake - (1831-1890).

O Búfalo Sentado é considerado o Pai da Nação Indígena Americana, que em Atlantis estivemos juntos como Mestres Espirituais, marcou, mais uma vez, a sua presença entre nós terrenos nos deixando grandes exemplos de dignidade e modus vivendi de profundo respeito à espiritualidade.

AO SEU LADO, GRANDES CHEFES INDÍGENAS:

Chefe Sioux - Lakota Oglala - Cavalo Doido1

Tȟašúŋke Witkó - (1840-1877), Crazy Horse, Cavalo Doido;

SIOUX - ALCE NEGRO - (1863-1950)1

Heȟáka Sápa - (1863-1950), Black Elk, Alce Negro;

Maȟpíya Lúta - (1822-1909), Red Cloud, Nuvem Vermelha2

Maȟpíya Lúta - (1822-1909), Red Cloud, Nuvem Vermelha que também aqui voltaram em defesa de seu povo, deixando valiosos inúmeros ensinamentos.

Com eles a Nação Lakota se manteve honrada e sábia e conheceu a verdadeira evolução do Xamanismo, que teve seu berço na Mongólia com o Grande Genghis Khan, o primeiro Xamã Mongol. 

Genghis Kan - Mongol1
GENGHIS KHAN

SIOUX DAS TAIGAS - RÚSSIA

Esses índios, vivem nas "Taigas", na Península de Kamchatka, Rússia.             
 Da Rússia - Sibéria - e Mongólia originou-se o Xamanismo Sioux Oglala Lakota.

FLORESTA BOREAL RUSSA - TAIGA1

A "Taiga" - (Floresta Boreal) em russo, é o bioma típico de regiões de clima frigidíssimo, como na Europa, Ásia e América do Norte.

FLORESTA BOREAL RUSSA - TAIGAS2

A cobertura vegetal das taigas, está sendo reduzida em virtude da exploração da madeira para a produção de papel.

TRIBO SIOUX-RÚSSIA3

Tȟatȟáŋka Ská Wakȟáŋ = O Búfalo Branco Sagrado

O Búfalo ou Bisão é considerado pelo Povo Lakota, os Sioux, como sendo um Símbolo de Abundância, porque era a carne do búfalo que alimentava o povo; o couro que fornecia o vestuário, o abrigo e instrumentos de proteção e cura; Os ossos e tendões que forneciam as ferramentas de sobrevivência.

Búfalo Branco7

BÚFALO BRANCO SAGRADO1

Nada, absolutamente nada do Búfalo era desperdiçado, jogado fora.

Espiritualmente, o Búfalo e o Povo já haviam feito um acordo entre si onde o Búfalo se ofereceu em sacrifício ao Povo Vermelho para ser seu alimento, seu vestuário, seu abrigo...

Guerreiros Sioux - Caçada1

Na Lenda do Cachimbo Sagrado, Ptesáŋwiŋ - (A Mulher Búfalo Branco) deu o Ptehiŋčala Čhaŋnúŋpa - (O Primeiro Cachimbo Sagrado) ao Povo como um vigilante da Nação Vermelha.

A LENDA BÚFALO BRANCO - 1

Esse cachimbo guardava o poder de Wakȟáŋ Tȟáŋka (O Grande Mistério).

Ritual Sagrado do Cachimbo - Chanupa1

Ele trazia às pessoas a mensagem de paz e dizia que eles teriam uma boa caçada e se transformariam numa Grande Nação.

A aparição de um Búfalo Branco é para a Nação Vermelha um sinal de aproximação do tempo de muita abundância.

O Búfalo sempre foi parte de seu Povo onde os Lakotas se intitulam de Povo Búfalo.

Usar a "Medicina do Búfalo", é usar o Cachimbo Sagrado (Čhaŋnúŋpa Wakȟáŋ) de forma Sagrada, Agradecer à Mãe-Terra e louvar a riqueza da vida a ser compartilhada com todos.

“O Objeto mais sagrado para a Nação Vermelha é, justamente, o Ptehiŋčala Čhaŋnúŋpa, e o Tȟatȟáŋka, o mais fiel e melhor amigo”.

Lakȟóta Oyáte Wápaha= A Bandeira do País Lakota2

Lakȟóta Oyáte Wápaha= A Bandeira do País Lakota

Wakȟáŋ-Uŋčí-Makȟá kiŋ wólkičhičhiya na awáŋkičiyaŋka
A Divina Mãe Terra nos alimenta, cuida e protege.


“DECLARAÇÃO LAKOTA DE INDEPENDÊNCIA”

(Original Inglês "Lakota Declaration of Independence, (Tradução de Thunna Burnama, Professor de Idiomas).

Washington - Os Índios Lakotas, que deram ao mundo guerreiros lendários como Sitting Bull - (Tȟatȟáŋka Íyotake) Búfalo Sentado e Crazy Horse - (Tȟašuŋka Witkó) Cavalo Doido, revogaram os tratados com os Estados Unidos.

"Não somos mais cidadãos dos Estados Unidos da América, e todos aqueles que moram na área dos cinco Estados que abarcam nosso país, estão livres para juntarem-se a nós", disse Russell Means ativista dos direitos indígenas.

Uma delegação de líderes Lakotas deixou uma mensagem para o Departamento de Estado e disse que estão, unilateralmente, revogando os tratados assinados com o Governo Federal dos Estados Unidos, alguns deles com mais de 150 anos de idade.

O grupo também visitou as Embaixadas da Bolívia, Chile, África do Sul e Venezuela e continuarão na sua missão diplomática de levá-la além mar nas próximas semanas e meses.

O país Lakota inclui partes dos Estados de Nebraska, Dakota do Norte e do Sul, Montana e Wyoming.

O novo país vai emitir seu próprio passaporte e carteira de motorista, e os que lá residem, estarão livres dos encargos contanto que renunciem a cidadania dos Estados Unidos, disse o Sr.Means.

Os tratados assinados com os Estados Unidos foram meramente "palavras indignas em papéis desprezíveis", disseram os livres ativistas Lakota.

A revogação dos tratados é totalmente legal, disse Means.

"Está de acordo com as leis dos Estados Unidos, especificamente com o Art.6 da Constituição", que declara que tratados são a lei suprema da terra, disse ele.

"Está também dentro das leis sobre tratados, logrado na Convenção de Viena e oficializado pelos Estados Unidos e pelos demais membros da comunidade internacional em 1980.

Estamos agindo legalmente dentro de nossos direitos de sermos livres e independentes", disse Means.

Os Lakotas recomeçaram sua jornada para a liberdade em 1974, quando esboçaram uma declaração de continuidade na luta pela independência - uma peça pública sobre o título de Declaração de Independência dos Estados Unidos, da Inglaterra.

Trinta e três anos se passaram desde então, porque "tornou-se massa crítica para combater o colonialismo e nós queremos certificar que todos os nossos compatriotas estão enfileirados", disse Means.

Um colega se moveu em Setembro, quando as Nações Unidas adotaram uma declaração de não obrigatoriedade sobre os direitos dos povos indígenas - oposição de desdém dos Estados Unidos que disseram ser uma colisão contra suas próprias leis.

"Temos 33 tratados com os Estados Unidos que eles não cumpriram.

Eles continuam a tomar a nossa terra, nossa água, nossas crianças".

Phyllis Young, que ajudou a organizar a primeira conferência internacional sobre os direitos indígenas em Genova em 1977, relatou as informações.

A "anexação" da terra nativa Americana pelos Estados Unidos, resultou uma vez em tribos arrogantes que tornaram os Lakotas como meros "fac-símiles do povo branco", disse Means.

A opressão do governo dos Estados Unidos atingiu drasticamente os Lakotas cujos homens tem a menor expectativa de vida no mundo, menos de 44 anos.

A taxa de suicídio de jovens Lakotas está acima de 150% da dos Estados Unidos; a mortalidade infantil é cinco vezes mais alta que a dos Estados Unidos e o desemprego é crescente, de acordo com dados fornecidos pelo movimento livre Lakota.

Leia a Declaração da Republica Lakota e encontre "links" para quebrar os tratados dos Estados Unidos, particularmente o de Fort Laramie em http://republicoflakotah.com

Sexta-feira 11 de janeiro de 2008

“Declaração Solene dos Povos Indígenas do Mundo”

Nós, povos indígenas do mundo, unidos numa grande assembleia de homens sábios, declaramos a todas as nações:
quando a terra-mãe era nosso alimento,
quando a noite escura formava nosso teto,
quando o céu e a lua eram nossos pais,
quando todos éramos irmãos e irmãs,
quando nossos caciques e anciãos eram grandes líderes,
quando a justiça dirigia a lei e sua execução,
aí outras civilizações chegaram!

Com fome de sangue, de ouro, de terra e de todas as suas riquezas, trazendo numa das mãos a cruz e na outra a espada sem conhecer ou querer aprender os costumes de nossos povos, nos classificaram abaixo dos animais, roubaram nossas terras e nos levaram para longe delas, transformando em escravos os "filhos do Sol".

Entretanto, não puderam nos eliminar!
Nem nos fazer esquecer o que somos,
porque somos a cultura da terra e do céu,
somos de uma ascendência milenar e somos milhões.
Mesmo que nosso universo inteiro seja destruído,

NÓS VIVEREMOS!!!

A Criança Sagrada - Nação Lakota1

SIOUX - ORAÇÃO DA TRIBO SIOUX-1


A LENDA DO BÚFALO BRANCO

Sagrado Búfalo Branco1

A "Lenda" do Búfalo Branco é muito “Sagrada” para os Nativos Americanos.

A Nação Lakota (Sioux) contou a história original, que agora já tem aproximadamente 2.000 anos, em muitas reuniões de conselhos, cerimônias sagradas e através dos contadores de histórias das tribos.

Chefes Lakota - Sioux2

Existem algumas variações, mas todas são importantes e tem o mesmo final: tem comunicação com o Criador através da oração, com claras intenções de Paz, Harmonia e Equilíbrio para todos os seres viventes e para a Mãe Terra.

A lenda conta como o Povo havia perdido a capacidade de se comunicar com o Criador.
O Criador enviou a Mulher Sagrada Bezerra de Búfalo Branco para ensinar ao Povo como rezar com o Cachimbo.

Com aquele Cachimbo, Sete cerimônias sagradas foram dadas ao Povo para assegurar um futuro com harmonia, paz e equilíbrio.

Sagrada Bezerra Búfalo Branco2

A lenda conta que há muito tempo, dois homens jovens estavam caçando, quando apareceu uma linda donzela vestida com couro de gamo branco.

Um dos caçadores olhou para ela e, reconhecendo-a como WAKAN ou ser sagrado, baixou seus olhos.

O segundo caçador aproximou-se dela com desejo em seus olhos, querendo-a como mulher.

À medida que ele se aproximava, foi surgindo uma nuvem de poeira ao redor dele e quando a poeira assentou, tudo o que restou foi uma pilha de ossos.

Sagrado Búfalo Branco3

Enquanto andava em direção ao caçador silencioso, ela lhe explicou que ela meramente havia satisfeito o desejo do outro homem, permitindo a ele, naquele breve momento, viver uma vida, morrer e se decompor.

Ela também instruiu o jovem caçador a voltar para o Povo e lhes dizer para se prepararem para a sua chegada para ensinar-lhes a maneira de orar.

O caçador obedeceu.

Quando ela chegou com o Cachimbo das Orações, ela ensinou ao Povo os Sete caminhos sagrados para orar.

ORAÇÕES ATRAVÉS DE CERIMÔNIAS:

A Casa do Trabalho (Suor), para Purificação;

A Cerimônia de Nomeação ou dar nome às crianças;

A Cerimônia de Cura, para restaurar a saúde do corpo, mente e espírito;

A Cerimônia de Adoção ou reconhecendo os parentes;

A Cerimônia de Casamento, unindo macho e fêmea;

A Busca da Visão, comunicando-se com o Criador, para rumos e respostas para a própria vida.

A Dança do Sol, para rezar pelo bem-estar de todo o Povo.

Sagrado Búfalo Branco4

Quando o ensinamento dos caminhos sagrados estava completo, a Mulher Sagrada Bezerra de Búfalo Branco disse ao Povo que retornaria pelo Cachimbo Sagrado que ela deixou com eles.

Antes de partir, ela lhes disse que nela estavam Quatro eras e que ela olharia pelos Povos em cada era, retornando no final da quarta era, para restaurar a harmonia e a espiritualidade para a terra com problemas.

Ela caminhou uma pequena distância, olhou para trás, para o povo e se sentou.

Quando ela se levantou eles se surpreenderam, pois ela havia se tornado um búfalo negro.

Caminhando uma pequena distância, o búfalo se deitou e aí se levantou como um búfalo amarelo.

Na terceira vez, o búfalo caminhou mais um pouco, desta vez se levantando como um búfalo vermelho.

Andando mais um pouco, ele rolou no chão e se levantou pela última vez como um bezerro de búfalo branco, assinalando o cumprimento da Profecia do Bezerro de Búfalo Branco.

A mudança das Quatro cores desse búfalo representa as quatro cores do homem, preto, amarelo, vermelho e branco.

Representam também as Quatro direções: norte, sul, leste, oeste.

O Cachimbo Sagrado que foi deixado ao povo Lakota, ainda está com esse povo, num local sagrado na Reserva Indígena de Rio Cheyenne, em Dakota do Sul.

É atualmente guardado pelo Cacique Arvol Looking Horse, conhecido como o Guardião do Cachimbo do Búfalo Branco.

Cacique Arvol Looking Horse1
Cacique Arvol Looking Horse

Cacique Arvol Looking Horse2


A mulher também profetizou que um dia ela voltaria para purificar o mundo e que o nascimento de um bezerro de búfalo branco seria um sinal de que o retorno estaria próximo.

Um pouco mais de uma dezena de búfalos brancos nasceram no século XX e eles passaram pelas quatro cores descritas na profecia.

O último nasceu (“Sunrise Spirit” – Espírito do Sol Nascente) no dia 22 de maio de 2004.

Sagrado Búfalo Branco5

Esta “Lenda” permanece sempre prometedora nesta era de iluminação espiritual e despertar da consciência.

No mundo de hoje, de confusão e guerra, muitos de nós estamos procurando sinais de paz.

“Com o retorno do Búfalo Branco, há um sinal de que as orações estão sendo ouvidas, que o Cachimbo da Paz está sendo honrado e que as promessas da profecia estão sendo cumpridas.

O Búfalo Branco assinala um tempo de abundância e plenitude”.

O retorno do Búfalo Branco é mais um sinal do mundo do espírito, pronto e esperando para nos auxiliar a caminhar em nosso mundo, com Sabedoria, Conhecimento, Paz e Amor.

É um presente para todos os povos.

“NÓS SOMOS TODOS IRMÃOS E IRMÃS EM MUITAS FORMAS, VIVENDO NA MESMA MÃE TERRA”.

É tempo de respeitar e honrar cada indivíduo, da mesma maneira que nós gostaríamos de ser respeitados.
CACHIMBO SAGRADO - CHANNUPA1

CITAÇÕES DOS NATIVOS AMERICANOS

“Eu sou pobre e estou nu, mas sou o chefe de uma nação.

Nós não desejamos riqueza, mas desejamos educar nossos filhos para o que é certo.

A riqueza não nos traria nenhum bem, pois ela não pode ser levada conosco para o outro mundo.

Nós não queremos riqueza.

Queremos amor e paz”.

Cacique Sioux Red Cloud Nuvem Vermelha (Makhipiya-Luta).


“De Wakȟáŋ Tȟáŋka, o grande Mistério, vem todo o poder.

É de Wakȟáŋ Tȟáŋka que o homem santo tem sabedoria e poder para curar e para fazer amuletos santos.

O homem sabe que todas as plantas que curam são dadas por Wakȟáŋ Tȟáŋka.

Também assim é com o Búfalo Sagrado, pois ele é um presente de Wakȟáŋ Tȟáŋka

Chefe Sioux - Flat Iron - (Maza Blaska)1
Chefe Flat-Iron (Maza Blaska) Oglala Sioux.


“Palavras do Cacique Crazy Horse enquanto ele fumava o Cachimbo da Paz pela última vez”:

Tȟašúŋke Witkó - (1840-1877), Crazy Horse, Cavalo Doido2

“Mesmo com sofrimentos além dos sofrimentos, a Nação Vermelha se elevará e será uma benção para um mundo doente.

Um mundo cheio de promessas quebradas, egoísmo e separações.

Um mundo ansiando novamente por luz.

Eu vejo um tempo de Sete gerações quando todas as cores da humanidade se reunirão sob a Árvore Sagrada da Vida e toda a Terra tornar-se-á um círculo novamente.

Nesse dia, haverá aqueles entre os Lakota que terão conhecimento e compreensão da unidade entre todas as coisas vivas e as crianças brancas virão para estes do meu povo e pedirão por essa sabedoria.

Eu saúdo a luz em seus olhos, onde habita todo o Universo.

Pois quando você estiver naquele centro, dentro de você mesmo e eu estiver nesse centro dentro de mim, nós seremos UM”. 

Cacique Crazy Horse.

SÍMBOLO DA ABUNDÂNCIA SIOUX1
Símbolo da Abundância

Sioux - Guerreiros7

SIOUX - FALCÃO VERMELHO - 1905 -1
CHEFE FALCÃO VERMELHO -(1905) - SIOUX

Livro - Rituais Secretos Sioux1Livro - Tribos Sioux11       

















Livro - Lakota - Sioux1
Livro - SIOUX - ALCE NEGRO - John G. Neihardt
         

















SIOUX1 - O SAGRADO1

A LENDA ÁGUIA E O FALCÃO - Sioux6
A LENDA DA ÁGUIA E O FALCÃO

SIOUX - LENDA DOS LOBOS -8
A LENDA DO LOBO

Xamanismo - As 4 Direções Sagradas1
XAMANISMO - AS 4 DIREÇÕES SAGRADAS

Xamã - Sioux1
XAMÃ - SIOUX

Jornal - Notícia - Chefe -Sitting-Bull
NotíciaChefe Tȟatȟáŋka Íyotake - (Sitting Bull - Búfalo Sentado).

Tȟatȟáŋka Íyotake – (Sitting Bull = Búfalo Sentado)
Tȟatȟáŋka Íyotake(Sitting Bull = Búfalo Sentado)

Líla wóphila tȟáŋka héčha, líla iyóyaŋpa na olakȟóta thehíla thiléhaŋyaŋg = “Muito Obrigado, Muita Luz e Paz, Caro Visitante”.

Piláuŋyayapi thiléhaŋyaŋg = Agradecemos a Visita.